Biodigestor na Toca da Coruja

Quando queremos tornar um espaço sustentável, o tema de energia a é um dos mais importantes. Na Toca da Coruja, há alguns anos já estamos usando energia solar fotovolcaica para iluminação interna da casa e uso nas tomadas, energia solar térmica para aquecimento da água do chuveiro (com aquecedor solar de baixo custo – vide www.sociedadedosol.org.br), o calor do sol para cozinhar em um forno solar e para desidratar alimentos.

Nossa mais nova aventura experimental é o consumo de gás produzido por um biodigestor. O primeiro biodigestor que construímos foi em novembro de 2010 com o uso de uma caixa d´água de 350 litros, canos de PVC e plástico de esfufa.

Decidimos fazer um biodigestor conhecido como ” biodigestor em batelada”. Nos biodigestores em batelada a matéria orgânica é inserida toda de uma só vez e então ele é fechado de forma a não permitir a entrada de ar até que ocorra o processo de digestão anaeróbia. O biodigestor é aberto novamente só quando a produção de biogás cair, indicando que a matéria orgânica já foi decomposta e que pode ser feita a retirada da matéria restante e inserida nova carga.

Utilizamos, para a primeira batelada, capim roçado. Foi necessário cerca de um mês para a primeira leva de produção de metano. Fizemos nossos primeiros testes e um litro de água ferveu em cerca de 10 minutos em ambiente aberto, com queimador improvisado. Maravilha! Funcionou! Comemoramos com um chá de capim santo preparado com o biogás.

Agora estamos na segunda fase do experimento. Para esta batelada, usamos folhas e talos de margaridão ou flor do mel (Titonia Diversifolha) para recarregar o biodigestor.

Abraços,

Andrea e Fabio
www.sustentavelnapratica.net

Fotos que ilustram o processo de alimentação do biodigestor:

Alimentação do biodigestor com folhas e galhos de margaridão.
biodigestor2

Colocou-se água no recipiente, o plástico e as garrafas com areia para servir de peso e não deixar o biogás escapar.
biodigestor8

Biodigestor em funcionamento.
biodigestor1

Teste com o uso do gás

Imagem007b

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *