CSA TOCA DA CORUJA

bannerA CSA Toca da Coruja se formou em maio de 2015 pela união de solidariedade, partilha justa, vontade de se alimentar com produtos sustentáveis, contato com a terra e apoio mútuo entre os participantes.  Acreditamos que uma comunidade se sustenta com amor e cuidado. Cuidado de uns com os outros, entre coagricultores e com os agricultores, Andrea, Fabio, Francisco e sua família. Todos fazemos parte desta comunidade que busca uma nova forma de relação com a alimentação e com sua produção. Valorizamos o trabalho de produzir alimentos orgânicos e agroecológicos, nos alimentamos de modo mais saudável e podemos ter uma maior conexão com a terra, graças a este coletivo.Por isso, prezamos pela cultura do apreço e não pela a cultura do preço.

Atualmente a CSA é composta por 26 cotas.  As cestas com a  produção da horta são   formadas por  legumes, verduras e frutas. Elas  são entregues semanalmente em um ponto de convivência na Asa Norte em Brasília.

Na CSA Toca da Coruja, cada um assume alguns importantes  compromisso para que a comunidade funcione bem:

  1. Nossos princípios são: o amor e o respeito mútuo que nutrem as nossas relações.andrea-maria-patricia
  2. Nossos compromissos são: conhecer a chácara, a horta e as pessoas que trabalham na terra que nos fornece os alimentos, garantindo uma sintonia com a natureza e a possibilidade de aprendizado.
  3. Para facilitar o acesso aos alimentos da horta, nosso Ponto de Convivência (PC) se localiza na asa norte, às terças-feiras, no horário de 8h às 11h. Excepcionalmente, pode-se buscar até as 16h, mas este é um horário que depende da rotina da família e da Mari, que trabalha na casa.sem-titulo
  4. Nossos alimentos, em média 10 itens, chegam em caixas plásticas de transporte. Por isso, cada coagricultor (a) deve levar sacolas para retirada dos produtos.hortalicas
  5. Determinados alimentos como tomates ou morangos chegam em potes plásticos para melhor proteção. Estes potes são retornáveis e devem ser devolvidos na terça-feira seguinte.
  6. Temos o dever de avisar quando não for possível estar no horário, pois os coagricultores que se revezam no PC (das 8h às 9:30 e das 9:30 as 11h), precisam encaminhar uma ou outra questão de apoio, como levar alguma cesta que não puder ser pega no horário, ou mesmo redistribuir ou doar a cesta, conforme o caso.
  7. O valor da contribuição anual, de cada cota pode ser pago à vista ou parcelado em duas, quatro ou doze vezes. Os agricultores têm custos anuais que precisam ser pagos integralmente e também há emergências que necessitam de recursos. Assim, se você puder contribuir em menores parcelas ou à vista, ajuda muito.
  8. Nossa contribuição para esse coletivo deve ser depositada na conta da agricultora, entre os dia 1 a 10 de cada mês, impreterivelmente para garantir os pagamentos assumidos com a produção. Solicita-se que seja feita a programação do depósito com antecedência e comprovante enviado à comissão de finanças. Fique atento para inserir os centavos correspondentes ao número da sua cota para que fique mais fácil identificar o pagamento.
  9. Caso seja necessário interromper o compromisso assumido antes do prazo, solicita-se avisar com pelo menos 60 dias de antecedência para que possamos reestruturar a participação nas cotas;
  10. Nossa CSA está organizada em comissões que precisam de nossa participação, são elas: Financeiro, Comunicação, Ponto de Convivência e Acolhimento.  Escolha uma para dar sua contribuição.
  11. A troca de saberes e experiências, a organização de encontros, o plantio, a colheita também são oportunidades de aprendizado e diversão, podemos propor o que sentirmos no coração para nos conhecermos mais, conhecer mais sobre a terra e nos divertirmos juntos. Participar de uma CSA é também um passo para um mundo melhor, mais justo e sustentável. E nós fazemos parte deste movimento.
  12. Tudo o que acontece neste coletivo é responsabilidade de todos, e por isso, a colaboração é um direito e um dever genuíno para desenvolver o sentido de comunidade colaborativa. Fácil, não é, pois aprendemos que não temos tempo e que o desempenho individual é o alvo a ser alcançado, mas podemos reaprender um movimento contrário e aos poucos valorizar o tempo compartilhado e a partilha solidária.
    mosaico-fotos-csaSaiba mais sobre CSA:
    Site da Rede CSA Brasília

Site da Associação CSA Brasil